Linha OL Xpress 707 919 919

Mercedes-Benz testa camião autónomo em Estugarda

2015-11-26
Na A8 entre Denkendorf e o aeroporto de Estugarda, o Mercedes-Benz Actros foi o primeiro camião autónomo a ser testado em estradas públicas. O Primeiro-ministro alemão Winfried Kretschmann, juntamente com Wolfgang Bernhard, membro do conselho da Daimler AG responsável por Camiões e Autocarros, realizaram uma viagem inaugural no Mercedes-Benz Actros com sistema Highway Pilot.

Com este sistema, é permitido conduzir o camião em auto-estradas de formaautónoma. O camião utilizado para esta estreia é o Mercedes-Benz Actros equipado com o sistema inteligente Highway Pilot.

"A estreia de hoje é um passo importante para a maturidade do mercado de camiões de condução autónoma - e para a segurança dos veículos de mercadorias" disse o conselheiro da Daimler, Dr. Bernhard. Sven Ennerst, chefe de desenvolvimento da Daimler Trucks, comentou: "Estamos muito satisfeitos que Baden-Württemberg tenha permitido a realização deste teste. Ao fazê-lo demonstram um verdadeiro espírito pioneiro. E é evidente que estamos também muito satisfeitos que a Autoridade de Inspecção Técnica Alemã tenha confirmado a segurança do nosso sistema".

A fusão multi-sensor, ou seja, a combinação de assistência de nova geração, os sistemas de segurança e sensores, permitem que o camião com o sistema Highway Pilot observe continuamente toda a área da frente do veículo e assuma o controlo em determinadas situações. Isto permitiu ao Dr. Wolfgang Bernhard tirar as mãos do volante, sem incorrer em riscos.

O Mercedes-Benz Actros é equipado com o motor OM 471 de 12,8 l e todos os sistemas de assistência e segurança comprovados, tais como a caixa de velocidades Mercedes PowerShift 3, Predictive Powertrain Control (PPC), o Active Brake Assist 3, Attention Assist e o computador de bordo FleetBoard. Estes sistemas estão ligados aos sensores do sistema Highway Pilot - radar e câmara estéreo. Toda a tecnologia do Actros com o sistema Highway Pilot está no veículo, não sendo necessária a utilização de internet para que a função de condução autónoma funcione. O sistema é ideal para a auto-estrada: mantém a distância correta do veículo da frente e se outro veículo se colocar à frente, trava a tempo. O sistema Highway Pilot não substitui o condutor, mas apoia e alivia a pressão sobre o condutor em trajectos monótonos, no pára-arranca e em engarrafamentos. No modo autónomo, o condutor tem o controlo sobre o veículo em todos os momentos e em situações complicadas pode assumir a condução do veículo imediatamente. A redundância do sistema de sensores e componentes à prova de falha, como a direcção e os travões, asseguram um padrão extremamente elevado de segurança. Se os pré-requisitos mínimos do sistema não estão presentes devido ao mau tempo ou à falta de marcações na estrada, são accionados avisos sonoros e visuais para que o condutor assuma o controlo do veículo. O condutor tem tempo suficiente para assumir o controlo. Se não houver reacção por parte do condutor, é efectuada a imobilização do camião de uma forma independente e segura.


In Logistica Moderna - http://www.logisticamoderna.com/noticias/1094-mercedes-benz-testa-camiao-autonomo-em-estugarda